domingo, 15 de dezembro de 2019

Relatório da FLIM 2019

Apresentação

A FLIM - Festa Literária de Santa Maria Madalena – RJ  é realizada anualmente desde 2010, no centro histórico da cidade. Sempre no último fim de semana de agosto, oferece atrações culturais gratuitas, parte delas inspiradas na obra de um escritor de renome nacional, escolhido para ser o homenageado do ano.

Este Relatório apresenta os resultados da 10ª FLIM, que se realizou de 30 de agosto a 01 de setembro de 2019 e homenageou a premiada romancista Nélida Piñon.

A avaliação da edição 2019 mostra que o evento está cumprindo os objetivos traçados quando de sua criação em 2010. Já se tornou tradicional no município e região, tendo conseguido inspirar, nos últimos anos, a criação de eventos similares nas cidades vizinhas e mesmo outras iniciativas de caráter educacional ou turístico-cultural em Santa Maria Madalena, como a Festa da Mandioca e o Festival Municipal de Poesia nas Escolas.

A FLIM também continua a ampliar sua visibilidade para além das fronteiras municipais e regionais. Uma conquista que merece destaque neste ano foi sua inclusão no calendário oficial de datas comemorativas do Estado do Rio de Janeiro, criado pela lei estadual no 5645, de 06/01/2010. A inclusão foi  aprovada em lei pela Assembleia Legislativa do Rio de Janeiro em 05/12/2019.

A FLIM é liderada pela Associação Pró-Cultura de Santa Maria Madalena, entidade da sociedade civil que a promove em estreita e produtiva parceria com o Poder Público municipal (Executivo e Legislativo) e com o comércio local.

Agradecemos a todos que, dentro e fora de Santa Maria Madalena, contribuíram com trabalho voluntário, doações e/ou com sua presença para o sucesso da  FLIM 2019.
Santa Maria Madalena, 15 de dezembro de 2019

Simone Giron  – Presidente da Associação Pró-Cultura de Santa Maria Madalena
Marcelo Freixo Lima – Secretário Municipal de Educação, Esporte e Cultura

Resultados 

Como a FLIM não tem finalidade lucrativa, os resultados são avaliados por seus efeitos sobre a educação, a cultura e a economia do município (no caso, pelo impacto no turismo). Pousadas, bares, restaurantes e lojas comerciais lotados são o testemunho da contribuição da FLIM para a economia de Santa Maria Madalena. Em 2019, o evento se manteve como o segundo em geração de receita para o comércio local, perdendo apenas para o Carnaval, conforme depoimentos dos próprios comerciantes.

Entre as cidades de origem dos turistas e visitantes de um dia contam-se: Rio de Janeiro, Niterói, São Gonçalo, Macaé, Conceição de Macabu, Rio das Ostras, São Pedro da Aldeia, Carapebus, Campos dos Goytacazes, São Fidélis, Itaocara, Cantagalo, Cordeiro, Macuco, São Sebastião do Alto, Trajano de Moraes, Bom Jardim,  Nova Friburgo e Juiz de Fora (MG). 


Um desafio permanente da organização da FLIM é fortalecer-se economicamente, de modo a não depender exclusivamente de recursos públicos de qualquer esfera de governo. A participação da Prefeitura Municipal é essencial, já que a administração municipal fornece serviços como aluguel de tendas, palco, som, iluminação e transporte de convidados especiais. Contudo, não cobre todas as necessidades, nem é esse o desejo da organização da FLIM. Por isso, em 2019 a organização do evento continuou os esforços para ampliar e diversificar suas fontes de recursos provenientes de doações (financeiras e de materiais e serviços) por pessoas físicas e empresas. Tais doações se destinam a cobrir serviços de comunicação (design, gráfica e divulgação); materiais para decoração de espaços fechados e das ruas; hospedagem e alimentação de voluntários, entre outros.

Grande ênfase também foi dada à captação de mão-de-obra voluntária. Nesse sentido, vale destacar a importância da atuação dos Jovens Voluntários da FLIM. O grupo, formado por estudantes do ensino médio e superior, foi criado em 2017 para ajudar nas muitas tarefas de produção do evento e consolidou-se qualitativamente em 2019. Trabalhando com muito afinco, os jovens atuaram na montagem e desmontagem de cenários e tendas, na recepção aos visitantes, na apresentação de palestrantes e artistas e em muitas outras tarefas menos visíveis, porém essenciais para o sucesso do evento.

Em termos de resultados educacionais e culturais, a própria programação da FLIM 2019 é evidência do alcance de seu conteúdo. A disseminação, no município e região, do conhecimento sobre a vida e a obra da homenageada Nélida Piñon, autora de renome nacional e internacional, com dezenas de livros publicados, é um dos resultados que merecem destaque. Principalmente tendo em conta que as escolas e creches da rede municipal trabalham a obra do autor homenageado com as crianças e adolescentes, o que representa um impacto de longo prazo sobre a formação das novas gerações.

Além disso, a diversificação da programação da FLIM oferece encontros com outros autores de valor e mesas-redondas sobre temas da História e da atualidade, além de contações de histórias, shows e espetáculos cênicos que entrelaçam cultura e entretenimento.

O futuro

Para 2020 e os anos seguintes, continuaremos a nos apoiar no equilíbrio do tripé Pessoas Físicas/Empresas/Poder Público, sempre que possível buscando esse apoio na forma de horas de trabalho voluntário, patrocínios e doações de recursos financeiros e materiais.   

Especial atenção será dada à participação das escolas da rede municipal, tanto do ponto de vista quantitativo quanto qualitativo. Assim, serão empreendidas gestões junto às autoridades municipais de Educação para que  seja ampliado o número de escolas, professores e alunos das áreas rurais participando da festa. Também serão promovidas discussões com as autoridades e profissionais de Educação do município para que sejam encontradas, em conjunto, maneiras de estimular a criatividade e a relevância da participação escolar.

Em relação à organização propriamente dita, pretendemos buscar formas inovadoras de integrar mais as duas praças e a rua principal onde se realizam as atividades da FLIM, de modo a gerar uma interdependência dos diferentes espaços e ressaltar mais  o colorido e a alegria da festa.


A FLIM 2020 – 11a Festa Literária de Santa Maria Madalena se realizará no período de 28 a 30 de agosto de 2020.



Veja também a reportagem fotográfica FLIM 2019: Uma festa inesquecível

segunda-feira, 9 de dezembro de 2019

FLIM entra no calendário oficial do Estado

Agora é lei. A FLIM passa a fazer parte do calendário oficial de datas comemorativas do Estado do Rio de Janeiro. A inclusão da festa literária de Santa Maria Madalena foi aprovada pela Assembleia Legislativa na semana passada (05/12/2019), em segunda discussão.

ww3.alerj.rj.gov.br/lotus_notes/default.asp?id=7&url=L3NjcHJvMTUxOS5uc2YvMThjMWRkNjhmOTZiZTNlNzgzMjU2NmVjMDAxOGQ4MzMvYzExODJiN2I1MTM0ODY1MTgzMjU4MjczMDA1YzQyMGI/T3BlbkRvY3VtZW50

A ASSEMBLEIA LEGISLATIVA DO ESTADO DO RIO DE JANEIRO
RESOLVE:
    Art. 1º Inclui, no Anexo da Lei nº 5.645, de 6 de janeiro de 2010, que consolida a legislação relativa às datas comemorativas no Estado do Rio de Janeiro, a Festa Literária de Santa Maria Madalena, a ser comemorada no último fim de semana do mês de agosto.
    Parágrafo Único - O Anexo da Lei nº 5.645, de 6 de janeiro de 2010, passa a vigorar com a seguinte redação:
    “ANEXO DO CALENDÁRIO DAS DATAS COMEMORATIVAS DO ESTADO DO RIO DE JANEIRO:
    (…)
    AGOSTO
    (…)
    Último final de semana do mês - Festa Literária de Santa Maria Madalena.
    (…)”

    Art. 2º Esta lei entra em vigor na data de sua publicação.

sábado, 7 de setembro de 2019

Homenageados

Veja os escritores que a FLIM homenageou desde 2017.

quinta-feira, 5 de setembro de 2019

FLIM 2019: Uma festa inesquecível


Foi um fim de semana inteiro em que moradores e visitantes de Santa Maria Madalena se dedicaram a saborear a arte e a cultura em suas diferentes formas e manifestações. Animados pela obra e a presença da homenageada, a premiada romancista Nélida Piñon,  os participantes da 10a edição da Festa Literária de Santa Maria Madalena curtiram, cada um a seu modo, em liberdade e alegria, as mais de 60 atrações oferecidas pelo evento, realizado de 30 de agosto a 01 de setembro de 2019.


Para começar, o público e a própria homenageada tiveram a oportunidade de viajar pelo universo de Nélida – reinterpretado por alunos e professores da rede escolar e pelos artistas e artesãos da cidadeAs viagens reais e de sonhos; as comidas; os funâmbulos e saltimbancos; os animais; os personagens; a música e os voos de imaginação que povoam os textos da escritora estavam todos lá. 















A literatura se espalhou pelas ruas, tendas, gramados e casarões do centro histórico da cidade. Feira de livros, lançamentos e palestras de escritores e historiadores, exposições e contações de histórias atraíram públicos de todas as idades.





















Dia e noite, a música, a dança e os espetáculos cênicos tomaram conta das ruas, bares e calçadas.










No ano que vem tem mais! A FLIM e Santa Maria Madalena esperam por você!




Crédito das fotos: Nestor Lopes, Brayan Giron, João Paulo e Terezinha Costa

Veja também o Relatório Anual da FLIM 2019.

quarta-feira, 14 de agosto de 2019

Os animais e a cultura

O que a mula sem cabeça, o Anhangá dos índios brasileiros,  o Batman, o  Homem-Aranha, o Frajola e as Tartarugas Ninja têm em comum?

O Homem-Morcego e o Homem-Aranha: animais na cultura pop

Resposta: todos são exemplos de como os animais são representados na cultura. Uns na cultura popular, como a mula sem cabeça e o pequeno cervo que os índios brasileiros chamavam de Anhangá (e que os jesuítas achavam que representava o demônio). Outros, como o Homem-Aranha e o Batman, na cultura pop, com seus filmes  e revistas em quadrinhos.

Urso e pinguim: encontro impossível na natureza

Para conhecer os “bastidores” dessas representações que fazemos dos animais,  aproveite a exposição interativa que a equipe dos biólogos Elidiomar Ribeiro da Silva, da Unirio, e Luci Boa Nova Coelho, da UFRJ, vai apresentar na FLIM 2019.  Entre outras coisas, você vai ficar sabendo por que o urso polar e o pinguim que estrelam aquele desenho animado jamais teriam se encontrado na natureza... E por que os jesuítas que vieram para o Brasil no século 16 entenderam tudo errado sobre o Anhangá.

A exposição vai ficar na Praça Frouthé no sábado 31/08 e no domingo 01/09. Os dois biólogos e sua equipe estarão a postos para conversar com você. Aproveite!

sexta-feira, 9 de agosto de 2019

ESTE ANO TEM PÓS-FLIM! Estique sua estada em Madalena!

Para você, que é visitante da FLIM e pode “esticar” um pouco sua presença em Santa Maria Madalena, preparamos este ano um programa imperdível!  Fique na cidade até a segunda-feira, 02/09, pela manhã, e conheça a Chácara Roda D´Água – a encantadora morada de Poncim Mecânico, o conhecido “Professor Pardal de Madalena”.

A chácara, localizada a apenas 12km do centro da cidade, é uma exposição a céu aberto do engenho e arte de Poncim,  um torneiro mecânico que combina a habilidade inventiva dos engenheiros com o bom gosto criativo dos artistas.

O carro anfíbio, batizado de Capivara
 As surpreendentes criações de Poncim incluem um carro anfíbio, batizado de Capivara. Uma máquina voadora, o Albatroz. Uma geladeira movida a lenha, de onde você tira o refrigerante geladinho e faz você mesmo o troco numa antiga caixa registradora instalada ao lado.

Tudo isso num jardim lindo, decorado com peças produzidas de materiais descartados recolhidos pelo artista-engenheiro no rio que margeia a propriedade. 

Escultura no jardim

Arte com refugos jogados no rio

O Albatroz, uma engenhoca voadora

A visita à Chácara Roda D´Água será na segunda-feira 02/09, em veículo apropriado e confortável e com ingresso incluído no preço de R$ 40,00 por pessoa. Saída às 8h, de local onde você poderá deixar seu carro estacionado em segurança. Retorno às 11h, bem a tempo de você pegar seu carro e tomar a estrada de volta para casa.

Reservas pelo telefone (22) 99930-0545 (Whatsapp).

Um brinde: a paisagem que se exibe no caminho

Aproveite esta parceria da FLIM com a Deguste Turismo, a primeira empresa madalenense de turismo receptivo, especializada em desvendar as belezas da área rural de Santa Maria Madalena.

quinta-feira, 25 de julho de 2019

FLIM 2019 – Programação


Sexta-feira – 30 de agosto

19h às 20h

(1)  Abertura: Muito prazer, Nélida Piñon

– Exibição do vídeo Faces de Nélida
Palavras cantadas, por Géssica Passos
Cantares, encenação do Grupo Harmonia
– Descerramento da placa comemorativa da 10a FLIM
      Música para Nélida, por músicos da Euterpe Madalenense

Casa da Cultura

21h

(2)  Dança Cigana, com Cristina Pontes

Restaurante Varanda da Serra

21h às 24h

(3)  Show – Banda Flor de Aruanda

Tendão Cultural

Sábado – 31 de agosto

10h às 11h

(4)  Bate-papo com Nélida Piñon – Encontro com a homenageada da FLIM (exclusivo para alunos das escolas, pais e professores)

Câmara Municipal

10h às 16h

(5)  Nélida em Capas Exposição de trabalhos infantis sobre capas de livros de Nélida, por alunos da Creche Luiz Antônio Rocha Carvalho.

Praça Frouthé

(6)  Na Roda do Vento – Contação de histórias, encenações e exposição de trabalhos dos alunos da Escola Geraldo Lima Garcia. Sábado, 14h: Sarau; 15h: Dança.
                                               
Rua Mattos Pitombo

(7)  Xadrez na Praça – Mesas e tabuleiros de xadrez à disposição.

Praça Frouthé

(8)  Criando na Madeira – Oficina de pintura e corte com instrutores da Escola de Marcenaria Otto Schuwey.

Praça Coronel Braz

(9)  Relíquias do Eni Exposição de peças antigas da coleção particular de Eni Pinheiro.

Rua Barão de Madalena, 136

10h às 17h

(10)       Barca das Letras – Brincadeiras e travessuras de incentivo à leitura, com o Palhaço Ribeirinho.

Praça Frouthé

10h às 18h

(11)       Espaço Ciep – Apresentações dos alunos inspiradas em obras de Nélida Piñon. Exibição de filmes baseados em clássicos da literatura brasileira.

Praça Frouthé

(12)       Casa da Cultura na FLIM Exposição de peças do acervo.

Casarão Dubois

  
(13)    Todo homem é erva – Vídeo e peças da exposição “Todo homem é erva”, da artista visual Lina Ponzi.

Las Poncitas Gourmet - Rua Coronel Manoel Portugal, 04

(14)       Revelando nossas belezas – Mostra de fotos de Santa Maria Madalena por moradores locais.

Casarão Dubois

10h às 19h

(15)       Madalena, bonita por natureza – Mostra de tours rurais, trilhas ecológicas e outras atrativos turísticos da cidade.

Secretaria de Turismo – Praça Coronel Braz

10h às 22h

(16)       Cordel Exposição de xilogravuras

Massa di Casa Gastronomia

11h às 11h40

(17)       Era uma vez, Euclydes – Lançamento da biografia de Euclydes da Cunha para o público infantojuvenil, por Fabiana Correa.

Tendão Cultural

11h às 12h

(18)       Nosso jardim: uma conversa sobre a condição humana – Bate-papo com a artista visual Lina Ponzi.

Las Poncitas Gourmet - Rua Coronel Manoel Portugal, 04

(19)       Zum-zum-zum das montanhas – Palestra de Tereza Cristina Malcher Campitelli e lançamento de seu livro (com Janaína Botelho) sobre a história e as estórias de Nova Friburgo.

Câmara Municipal


(20)       O romance histórico: verdade e ficção – Palestra do escritor João Peçanha.

G.E. Elias Francis

11h30 às 12h30

(21)       Chaclin, o amigo imaginário – Lançamento do livro infantil de Nilton Riguetti.

Restaurante Quintal de Casa

11h40 às 12h20

(22)       Vozes de Euclydes – Bate-papo em torno da obra de Euclydes da Cunha, no 110o aniversário de falecimento do autor de “Os Sertões”. Com Fabiana Correa e Rick da Cunha.

Tendão Cultural

13h às 14h

(23)       Memórias e autoficção: Transformando vivências em literatura – Bate-papo com as escritoras Geny Vilas-Novas, autora do romance Fazendas Ásperas;  e Denize Carneiro, autora de Alice no país do Judiciário.

Sr. Café

(24)       Histórias Viajantes – Contação de histórias e lançamento do livro Um pé-de-sonho, de Marisa Maia de Mello. Participação do violonista Yvson Bruno.

Sorveteria Sol e Neve

13h às 17h

(25)       Na escola com Nélida – Encenações, coreografias e exposição de trabalhos dos alunos da escola Cemad.

Cemad - Centro Educacional de Madalena

14h às 14h50

(26)       Canto dos Exilados – A contribuição dos refugiados do nazismo à cultura brasileira. Exibição de vídeo e bate-papo com o diretor Leonardo Dourado e a roteirista Kristina Michahelles.

Tendão Cultural

14h às 15h

(27)        O que não disse antes – Lançamento do livro de poemas da jovem poeta madalenense Thayna Angrewski.

Varanda do Colégio Barão de Madalena

(28)       "Te ajudarei a ir se quiseres" – Bate-papo com a autora Ana Beatriz Manier e a psicanalista Ester Stille, sobre o amor eros e as escolhas na terceira idade.

Sr. Café


14h às 15h15

(29)       A dama de pétalas – Exibição do documentário de Wander Lourenço sobre Nélida Piñon.

G.E. Elias Francis

14h50 às 15h30

(30)       Hanne: Johanna Döbereiner, uma vida dedicada à ciência – Palestra sobre a cientista que transformou o Brasil em produtor mundial de soja. Lançamento de sua biografia por Kristina Michahelles.

Tendão Cultural

14h às 18h

(31)       Das lendas indígenas ao Homem-Aranha – A representação dos animais na cultura popular e na cultura pop. Exposição interativa com os biólogos Elidiomar Ribeiro da Silva (UniRio) e Luci Boa Nova Coelho (UFRJ).

Praça Frouthé

15h às 15h30

(32)       Mulheres Ilustres – Encenação de alunas da escola Coronel Manoel Marcelino de Paula, de Cantagalo/ RJ.

Sorveteria Sol e Neve

15h às 16h

(33)       Santa Maria Madalena e a Abolição: O caso do famigerado Dr. Davino – Palestra do historiador Romyr Garcia.

Câmara Municipal

16h às 17h

(34)       A realidade não é o nosso quintal – Uma reflexão sobre sociedade, política e religião, via literatura. Com Ricardo Lengruber (escritor) e Ana Beatriz Manier (editora).

Tendão Cultural

(35)       Baião de Dois – Espetáculo–oficina do grupo de teatro de bonecos Trio de Três.

 Rua Barão de Madalena

17h às 18h30

(36)       Esquetes – Grupo Harmonia

Casarão Dubois


17h30 às 18h30

(37)       O escritor e a televisão: O autor por trás das telas – Bate-papo sobre a produção literária e a vida nos bastidores da TV, com o roteirista Marcílio Moraes, autor do romance Entre as Estrelas: Aquiles, e o jornalista esportivo Sidney Garambone , autor de Fausto Tropical. Mediação de Valéria Martins.

Tendão Cultural


18h às 19h

(38)       Manoel de Barros em Cordel A poesia de Manoel de Barros com a música de Edmilson Santini.

Rua Barão de Madalena

19h às 21h

(39)       Encontro com Nélida – Bate-papo com a homenageada da FLIM 2019.

Câmara Municipal

21h às 23h

(40)       “Causos” madalenenses – Lançamento do livro Causos Madalenenses 2: As histórias da terra de Dercy continuam..., de Nestor Lopes.

Varanda do Colégio Barão de Madalena

(41)       Sarau – Microfone aberto para quem quiser ler ou declamar poemas.  Participação especial: atores do Grupo Harmonia. Intervenções musicais: Banda Mandala.

Tendão Cultural

23h às 24h

(42)       Show Banda Mandala: Paola Melegari (voz), Zezinho Perdomo (violão) e Evelyn Assis (percussão).

Tendão Cultural

Domingo – 01 de setembro

10h às 11h30

(43)       Esquetes Grupo Harmonia

Casarão Dubois


10h às 13h

(44)       Casa da Cultura na FLIM – Exposição de peças do acervo.

Casarão Dubois

10h às 14h

(45)       Das lendas indígenas ao Homem-Aranha – A representação dos animais na cultura popular e na cultura pop. Exposição interativa com os biólogos Elidiomar Ribeiro da Silva (Uni-Rio) e Luci Boa Nova Coelho (UFRJ).

Praça Frouthé

(46)       Nélida em Capas Exposição de trabalhos infantis sobre capas de livros de Nélida, por alunos da Creche Luiz Antônio Rocha Carvalho.

Praça Frouthé

10h às 15h

(47)       Todo homem é erva Vídeo e peças da exposição “Todo homem é erva”, da artista visual Lina Ponzi.

Las Poncitas Gourmet - Rua Coronel Manoel Portugal,04

10h às 16h

(48)       Espaço Ciep – Apresentações dos alunos inspiradas em obras de Nélida Piñon. Exibição de filmes baseados em clássicos da literatura brasileira.

Praça Frouthé

(49)       Na Roda do Vento – Exposição de trabalhos dos alunos da Escola Geraldo Lima Garcia.
                                               
Rua Mattos Pitombo

(50)       Revelando nossas belezas – Mostra de fotos de Santa Maria Madalena por moradores locais.
Casarão Dubois

(51)       Relíquias do Eni Exposição de peças antigas da coleção particular de Eni Pinheiro.

Rua Barão de Madalena, 136
(52)       Xadrez na Praça – Mesas e tabuleiros de xadrez à disposição.

Praça Frouthé

(53)       Criando na Madeira – Oficina de pintura e corte com instrutores da Escola de Marcenaria Otto Schuwey.

Praça Coronel Braz

(54)       Cordel Exposição de xilogravuras.
Massa di Casa Gastronomia

10h às 19h

(55)       Madalena, bonita por natureza – Mostra de tours rurais, trilhas ecológicas e outras atrativos turísticos da cidade.

Secretaria de Turismo – Praça Coronel Braz


11h às 12h

(56)       Uma história dentro da outra e lendas do Rio Doce – Roda de leitura do livro de Geny Vilas-Novas e bate-papo com a autora, nascida e criada às margens do rio destruído pelo rompimento da barragem de Mariana.

Calçada do restaurante Quintal de Casa      

(57)       Rodada de Comunicação Minipalestras sobre temas do universo da comunicação e informação. Com os jornalistas Mário Sousa (“O jornalismo em risco”); Pinheiro Junior (“Ascensão digital e o livro impresso”); Continentino Porto: (“O jornalismo político e a censura”); Sérgio Caldieri (“Manipulação da mídia e fake news”); Célio Junger (“O negro nos esportes”).

Câmara Municipal


13h às 14h

(58)       Poesia e identidade: da antropofagia à antropomidiofagia – Palestra de Ronaldo Junior e Carlos Augusto Alencar sobre rótulos e tendências que envolvem a literatura no mundo midiático contemporâneo.

Tendão Cultural

(59)       O reino das palavras encantadasApresentação interativa para público infantojuvenil. Com Jaqueline Brum.

Restaurante Quintal de Casa

14h às 15h


(60)       Cenas Curtas – Experimentos do teatro de bonecos na Caixa de Lambe-Lambe, com o Grupo Trio de Três.

Rua Barão de Madalena


(61)       Conversa de Mulher – Bate-papo com a escritora Rosana Andréia, autora do livro Confissões de Leila Márcia, sobre mulher e violência psicológica.

Sr. Café

15h às 15h30

(62)       Mito tupi-guarani da criação do mundo – Espetáculo cênico com Cassio Campos, Maria José Silva e Alan Ramos.

Tendão Cultural

16h

(63)       Pra ver a banda tocar – Grande concerto da Euterpe Madalenense. Para ouvir, cantar e dançar.
Tendão Cultural

Sábado, 30 de agosto – A partir de 10h

Escolas rurais: Exposição de trabalhos dos alunos sobre a obra de Nélida Piñon
Tenda das Escolas – Praça Frouthé
Escola Hélio de Souza  Martins  
Escola Manoel de Moraes
Escola Prof. Inah Jacy de Paula Peixoto
Escola Osório Bersot
Escola Santo Antônio do Imbé
Escola Agulha dos Leais
Escola América de Freitas
Escola Sebastião Borges Barreto
Escola Gentil Carolina Machado Trindade
Escola Vereador Vilmar Cascabulho
Escola Corrégio de Castro



Feira de Livros e Artes
Luc Livros
Livraria do Saber
Livros BBC
Poucas Linhas e Editora Outra Margem
BazarQuianos Livros
Bruno Liberati (camisetas e bolsas literárias)
Romildo Guerrante (fotos e canecas com estampas fotográficas)
Projeto Livro Livre (distribuição gratuita de livros)
Tenda dos Autores