segunda-feira, 29 de agosto de 2011

FLIM 2011 - RELATÓRIO FINAL

Apresentação
Cumprindo seu compromisso de responsabilidade e transparência para com apoiadores e parceiros, os realizadores da FLIM - Festa Literária de Santa Maria Madalena apresentam aqui o relato das ações e a análise de resultados da FLIM 2011, a segunda edição do evento, realizada de 26 a 28 de agosto do corrente ano.
Como se verá neste documento, a análise dos resultados obtidos revela que os objetivos foram alcançados. A missão da FLIM é contribuir para a evolução da educação e da cultura e para a dinamização da economia do município. A significativa participação da comunidade, dos educadores e artistas e dos empresários locais na organização, o afluxo de turistas na cidade, a repercussão na mídia e, principalmente, a animada participação do público em todas as 40 atividades oferecidas gratuitamente nos três dias do evento indicam que estamos no caminho certo.
A FLIM está se configurando como um evento anual capaz de atrair turistas e visitantes, inserindo-se no calendário municipal de eventos como mais uma alternativa de geração de emprego e renda no município.
A Festa Literária de Santa Maria Madalena veio para ficar!
                                                      Santa Maria Madalena, 09 de setembro de 2011
                              Rogério Botelho – ACIAM (Ass. Ind., Com. e Agropecuária de S.M.Madalena)
                                    Nelson Saraiva – Secretaria Municipal de Educação, Cultura e Esporte
                                    Terezinha Costa – Biblioteca Juvenil do Dezessete
                                    Ciro Romeiro – Ascat (Associação Sociocultural e Ambiental de Triunfo)



O evento e seus resultados
A FLIM 2011 ofereceu durante todo um fim de semana mais de 40 atrações nas áreas de literatura, teatro, música, artes plásticas, poesia e artesanato. Boa parte das atividades girou em torno da obra da homenageada especial desta edição, a escritora e teatróloga Maria Clara Machado (1921-2001), criadora do Teatro Tablado do Rio de Janeiro.
O evento foi viabilizado pela formação de alianças entre o poder público, o comércio local, os educadores e a comunidade em geral; e por parcerias com artistas e intelectuais locais e de outros municípios.
O número de atrações foi o dobro do apresentado na primeira edição, em novembro de 2010. Da mesma forma, o público registrou também rápido crescimento, com a presença estimada de cerca de 3 mil pessoas – número quase dez vezes maior que o da primeira edição e ainda mais  significativo quando se leva em conta que a população total de Santa Maria Madalena é de 10 mil habitantes.
Foi registrada a presença de turistas provenientes do Rio de Janeiro, Niterói, Campos dos Goytacazes, Macaé, Rio das Ostras, Conceição de Macabu, Casimiro de Abreu, Nova Friburgo, Cantagalo e outros municípios da região centro-norte do Estado do Rio, tanto da serra quanto da baixada litorânea. A maioria dos turistas era constituída por grupos familiares.
A FLIM abriu para toda a população de Santa Maria Madalena, independentemente de faixa etária e classe social, a oportunidade de desfrutar de bens culturais produzidos no município e fora dele.
A seguir, um resumo dos impactos obtidos nas áreas educacional, cultural, econômica e social:
Impacto na educação
• O evento funcionou como uma oportunidade para as escolas aprofundarem seu relacionamento com as famílias dos alunos e a sua inserção na comunidade, um dos requisitos considerados importantes para a obtenção de bons índices de desempenho na educação.
• Graças à intensa participação do professorado, as atividades pedagógicas em torno da FLIM começaram meses antes da realização do evento e abrangeram de alunos da creche aos estudantes do ensino médio, com especial ênfase nos matriculados nas escolas do nível fundamental. Só da rede pública municipal foram envolvidos diretamente quase 1.200 alunos. As atividades em sala de aula exploraram a obra da homenageada especial, Maria Clara Machado, e seus resultados foram apresentados durante o evento. Segundo depoimento de observadores, durante a apresentação das crianças da creche era possível flagrar meninos de três anos explicando às mães quem foi Maria Clara Machado.
• Uma oficina de capacitação de professores para contação de histórias e teatro de fantoches reuniu três dezenas de professores de escolas urbanas e rurais da rede municipal – contribuindo, assim, para aumentar o número de profissionais habilitados a fazer mediação de leitura no município.
Impacto cultural
•Parcerias com intelectuais de cidades vizinhas e da capital proporcionaram a diversidade e o diálogo que fertilizam a vida cultural das sociedades. Além da oportunidade de mostrar sua própria produção cultural, a população do município teve oportunidade de conhecer e dialogar com o elenco do teatro composto por meninos moradores do Complexo do Alemão no Rio de Janeiro; com uma dezena de poetas integrantes da Associação Profissional de Poetas do Estado do Rio (Apperj) e com escritores, atores, recreadores, músicos e artistas plásticos do Rio de Janeiro, Niterói, Macaé, Conceição de Macabu e Cordeiro, que lançaram livros, fizeram exposições e shows e conduziram oficinas e atividades recreativas em torno de temas literários.
• Mais de 1.500 livros novos e usados, distribuídos gratuitamente, foram avidamente disputados por crianças, jovens e adultos. Parte foram doações coletadas ao longo do ano por entidades comunitárias e parte foram aquisições feitas pelo poder público municipal. A iniciativa contribuiu para aumentar o número de livros em circulação no município (além dos disponíveis nas bibliotecas), já que a cidade não dispõe de livrarias.  
Impacto econômico
• Os resultados do evento para a economia local, que é baseada em agropecuária, microempresas comerciais e empreendedores individuais, foram visíveis. Registrou-se 60% de lotação da capacidade hoteleira, num mês (agosto) de habitual retração do movimento turístico. O movimento em restaurantes, padarias e lanchonetes foi em média 50% superior ao dos demais fins de semana de agosto. Artesãos tiveram oportunidade de exibir e vender seus produtos e pelo menos uma pintora local comemorou a venda de 70% de suas telas.
Impacto social
•A realização de uma atividade no Lar dos Velhinhos, o asilo que abriga os idosos do município, foi avaliada como um importante impacto na área social. Mais de 80% dos internos participaram da iniciativa conduzida por alunos do ensino médio, que fizeram atividades recreativas com os idosos e os levaram a passear pela cidade. Alguns dos participantes não saíam do asilo há mais de três anos. Segundo depoimento da diretora da entidade, os internos “rejuvenesceram 10 anos”.
•Apesar de realizado no centro da cidade, o evento esteve ao alcance de pelo menos uma parte da população rural, graças a uma iniciativa do poder público, que promoveu a ida de 200 alunos de escolas rurais municipais, e de uma entidade comunitária, que facilitou o transporte das famílias usuárias de uma biblioteca rural.
Repercussão na mídia
A inserção de matérias antes, durante e após a FLIM 2011, em sites, veículos impressos, rádio e TV cresceu pelo menos 100% em relação a 2010, ampliando a repercussão e o alcance do evento. Vale lembrar que todas as inserções e publicações foram de mídia espontânea, já que a organização do evento não dispôs de verbas de publicidade.
Destacam-se a cobertura dada pelas emissoras locais de TV: a InterTV, afiliada da Rede Globo,  e a +TVC, emissora comunitária regional que mostra sinal em oito municípios da Serra Norte fluminense. Nos veículos impressos, destacam-se matérias e notas nos jornais O Globo, O Dia, O Fluminense (de Niterói, O Diário (de Campos dos Goytacazes) e O Debate (de Macaé); e um incontável número de inserções em sites, blogs e redes sociais como Facebook e Twitter.
Para uma amostra das matérias publicadas sobre a FLIM 2011, consulte o Apêndice.  
Conclusão
A segunda edição confirmou o potencial da Festa Literária de Santa Maria Madalena para catalisar a sociedade local, revelar e estimular a capacidade de mobilização da iniciativa privada e comunitária em parceria e em diálogo com o poder público e, em consequência, aumentar o senso de orgulho e autorrealização dos cidadãos madalenenses.
O rápido crescimento do evento é, de um lado, motivo de comemoração. De outro, representa um desafio. Os organizadores e realizadores da FLIM têm consciência da necessidade de corresponder às crescentes expectativas em relação à continuidade do evento e à contínua superação de seus padrões de qualidade.
A visão de futuro da FLIM é sua institucionalização, para, de um lado, facilitar a obtenção de recursos, sob a forma de patrocínios e apoios públicos e privados, para sustentar seu crescimento em quantidade e em qualidade. De outro lado, espera-se que, a médio e longo prazo, se torne um indutor de outras iniciativas educacionais e culturais que possam funcionar como vetores de desenvolvimento econômico para o município.
A III Festa Literária de Santa Maria Madalena - FLIM 2012 já está marcada para 24 a 26 de agosto de 2012.  

Apêndice
A lista a seguir é uma amostra, não representando todo o universo de mídia espontânea obtido pela FLIM 2011.
Televisão e rádio:
•InterTV – noticiário Bom Dia Rio em 26/08/2011
•InterTV – noticiários Bom Dia Rio e RJ TV – 29/08/2011
+TVC - TV comunitária regional que atende e mostra sinal nos municípios de Cordeiro, Cantagalo, Macuco, S.S. do Alto, Trajano de Moraes e Madalena. Inserções/apresentações em horários variados.
•Rádio Band (Campos/RJ)
•Rádio Transa Norte (Norte/Noroeste Fluminense)
Veículos impressos:
•O Globo – coluna do Ancelmo -  26/08/2011 e caderno Serra – 27/08/2011 – pág.16/17
•O Dia – caderno Niterói – 13/08/2011
•Jornal O Fluminense (Niterói/RJ) – coluna Gente de Estilo – 13/08/2011
Sites:
Rádio Transa Norte 87,9 FM – 15/08/2011 - Festa Literária de Sta Maria Madalena – http://www.transanortefm.com/site/2011/08/15/festa-literaria-de-sta-maria-madalena-26-a-2808/

•Blog do Liberati (Rio/RJ)

Programe-se: Festa Literária de Santa Maria Madalena

Blog Procura-se um Coração (Rio/RJ)
 II Festa Literária de Santa Maria Madalena. Eu vou!

• Portal OZK News  (São João da Barra/RJ) – editoria Cultura e Lazer
• NF10.com.br  (Nova Friburgo/RJ)

Festa Literária de Santa Maria Madalena no fim do mês: Homenageada será a teatróloga Maria Clara Machado

Jornal O Madalenense 25/08/2011
Entrevista com Sirlei da Silva Reigoto falando sobre a FLIM e convidando a população em geral para participar desta encantada festa literária

In 360 (site da emissora InterTV, afiliada da Rede Globo)

Santa Maria Madalena terá festa literária com uma programação extensa; confira!

http://www. in360.globo.com/rj/noticias.php?id=20048
•In 360 – matéria do Bom Dia Rio, em 25/08/2011
Começa nesta sexta-feira (26) a Festa Literária de Santa Maria Madalena

• O Campista (Campos/RJ)


exitorio.com.br/.../festa6005-ii+festa+literaria+de+madalen...
•Revista Visão Socioambiental (Macaé/RJ)
•Cultura Nova Friburgo
http://culturanfriburgo.blogspot.com/2011/08/26-28-de-agosto-festa-literaria-de.html

sábado, 20 de agosto de 2011

Contagem regressiva

Está tudo pronto para a FLIM 2011!

A segunda Festa Literária de Santa Maria Madalena vai ter teatro com o grupo de Wal Schneider, sarau com os poetas da Apperj e o Duo sem Fronteiras, show de Caju & Castanha, seresta e mais uma penca de contadores de histórias, oficinas e exposições - além de diversas apresentações e performances em torno da obra de nossa homenageada especial, Maria Clara Machado.

A partir da abertura oficial da festa - sexta 26, às 19h, com a apresentação do Coral Municipal na Casa da Cultura - um mapa com toda a programação oficial estará disponível nas casas de comércio e em todos os pontos onde haverá atividades da FLIM. Mas você já pode ir conferindo a programação aqui mesmo.

Para participar, não tem mistério: é só aparecer no centro da cidade.

Um teatro para a vida



O grupo do diretor Wal Schneider, que vai apresentar na FLIM a peça "Os meninos da rua Paulo no Tablado de Clara", é muito mais que um grupo teatral. Schneider e seus atores conduzem desde 2010 o projeto No Palco da Vida, que abre para dezenas de crianças e jovens a oportunidade de, através das artes cênicas, desenvolverem suas potencialidades e aprenderem a enfrentar desafios. Como diz o próprio idealizador do projeto, "nossa ambição vai muito além de querer apenas conquistar os aplausos da plateia. Nosso teatro quer descobrir vocações, formar talentos, indicar caminhos e preparar crianças e jovens para o palco da vida, aquele que não permite ensaios".

Essa linda trupe de sonhadores vem a Madalena a convite de Marlene Freitas, que também integra o elenco da peça que será apresentada no Clube Montanhês na noite de sábado 27.

Chico Anibal

O ator e encenador mineiro Chico Aníbal vai aproveitar um intervalo nas gravações de Fina Estampa, a nova novela das oito da Rede Globo, para vir à FLIM. Sobrinho de nossa homenageada especial, Maria Clara Machado, ele virá a Madalena representando a família. Além de fazer teatro e TV, Chico ministra cursos de iniciação teatral.

Piano em casa nova


A noite de domingo 28 promete ser bem bonita para quem for à Casa da Cultura, que acaba de passar por uma grande reforma. Vamos encerrar a FLIM ao som do piano de David Salomão, músico da vizinha cidade de Cordeiro. A Casa da Cultura funciona na antiga estação ferroviária e preserva as características originais da construção.

Tenda de histórias

Neuza Feijó e Alessandra Honorata já selecionaram as histórias que contarão na tenda que vão armar na Praça Frouthé. Algumas narrativas são para os adultos, outras para as crianças. Os pequenos, aliás, serão brindados também com a participação de Lucia Rocha, que vai trazer sua peça de fantoches "O palhacinho das bolas".

Experientes na arte de contar histórias, Neuza e Alessandra aproveitarão a viagem a Madalena para ajudar a formar novos contadores na cidade. Vão fazer uma oficina de mediação de leitura, exclusiva para os professores da rede municipal. Vai ser no Ciep, na sexta 26. Virão inclusive professores das escolas rurais.

Que bom! Vamos ganhar mais contadores de histórias!

CAPs na FLIM

Os pacientes atendidos no Centro de Atenção Psicossocial (CAPs) de Madalena vão marcar presença na Tenda das Artes com suas peças de artesanato. Alguns trabalhos são inspirados na obra de Maria Clara Machado e foram criados especialmente para a FLIM.

Os CAPs são serviços de atenção à saúde mental que buscam a reinserção social dos pacientes através do fortalecimento dos laços familiares e comunitários. Tudo a ver com o espírito da FLIM.


Livros de presente



A editora FTD mandou de presente para a FLIM uma caixa com alguns dos melhores livros infantis e juvenis de seu catálogo. Valeu, FTD! A garotada de Madalena agradece.

sexta-feira, 12 de agosto de 2011

Embolada e arte abstrata

A OFF FLIM, programação extraoficial da FLIM, está crescendo e promete bombar, com atrações variadas para todo tipo de gosto. A dupla pernambucana de embolada Caju & Castanha vai se apresentar no sábado à noite. Mestres do repente nordestino, ao qual misturam elementos de outros gêneros, como o rap e o funk, Caju & Castanha tem mais de 20 CDs gravados e são autores de sucessos como Vamos cantar embolada, A despedida de Ronaldo e O pobre e o rico.



Caju & Castanha começaram a carreira ainda meninos e já foram até tema de documentário assinado por Walter Salles, o diretor do filme Central do Brasil.



Outra atração OFF será a exposição de telas do pintor, poeta e jornalista Martinho Santafé, diretor da revista Visão Socioambiental, editada em Macaé. São quadros abstracionistas, em acrílico e guache sobre MDF. O restaurante Varanda da Serra Deguste está preparando o espaço para expor as obras de Martinho.

Família Machado

O ator, diretor e educador mineiro Chico Aníbal, sobrinho da nossa homenageada, Maria Clara Machado, confirmou presença na FLIM 2011. Chico faz teatro e TV e trabalha muito com a obra de outro grande nome literário da família - seu avô Aníbal Machado (1894-1964), um dos maiores contistas brasileiros, autor de A morte da porta-estandarte e de Tati, a Garota.

Bem-vindo à FLIM 2011, Chico Aníbal!

Lua cheia seresteira

A Associação de Seresteiros Lua Cheia, de Conceição de Macabu, manda seus melhores músicos e cantores para encantar a FLIM. Vai ser na sexta-feira, 26, no restaurante Nova Venda da Zezé. Preparem seus corações!

Era uma Vez...

O Espaço Era Uma Vez..., iniciativa dos professores da Escola Geraldo Lima Garcia, promete bombar de novo na FLIM, a exemplo do ano passado. Vai ter muita contação de histórias e outras atividades de mediação de leitura para os pequenos. Graças à colaboração dos moradores, a simpática rua Mattos Pitombo vai ser fechada para ficar inteiramente à disposição da criançada.

quinta-feira, 11 de agosto de 2011

Programação da FLIM 2011

Sexta-feira, 26 de agosto
19h
(1) Abertura - O Coral Municipal canta as canções preferidas de Maria Clara Machado
Casa da Cultura

20h
(2) Lançamento do livro "Nobreza Madalenense", de Neuza Feijó Machado e Salvador Mata e Silva
Casa da Cultura

22h
(3) Seresta - Com a Associação de Seresteiros "Lua Cheia"
Restaurante Nova Venda da Zezé

Sábado, 27 de agosto
9h30
(4) O patinho feio - Teatrinho com alunos da creche Casa da Criança
Creche Casa da Criança

10h
(5) Visita ao mundo de Maria Clara
Telecentro Comunitário

10h às 12h
(6) Uma aventura na floresta - Exposição de trabalhos e performance dos alunos do Ciep 273 sobre livro de Maria Clara Machado
Praça Coronel Braz

10h às 15h
(7) Livro de parede/Varal de quadros - Exposição de telas e textos de João Baptista de Freitas
Colônia de Férias da Asperj

10h às 15h
(8) Conhecendo Maria Clara - Exposição de livros, fantoches e quadros produzidos na Escola Osório Bersot
Praça Frouthé

10h às 16h
(9) Era uma vez... - Contação de histórias infantis com professores da Escola Geraldo Lima Garcia
Rua Mattos Pitombo

10h às 17h
(10) Telas da Maria - Exposição de quadros da artista plástica Maria Soares
Salão de Beleza da Marlene - Corredor Comercial

10h às 17h
(11) Artes de Triunfo - Exposição e venda de produtos artesanais do distrito de Triunfo e oficina de reciclagem de papel
Praça Frouthé

10h às 17h
(12) Projeto Livro Livre - Troca-troca e distribuição de livros
Praça Frouthé

10h às 21h
(13) Tenda das Artes - Feira de artesanato e produtos locais
Praça Frouthé

10h às 12h
(14) Livro Virtual - Produção do livro "O cavalinho azul"
Telecentro Comunitário

11h às 12h
(15) Liberdade para Criar - Criação coletiva de histórias com Solange Noronha
Varandão da Escola Barão

11h às 13h
(16) Cordel - Varal de livros de cordel produzidos pelos alunos do Ciep 273
Praça Coronel Braz

12h às 13h
(17) Histórias de Ana Maria Machado - Contação com Neuza Feijó Machado e Alessandra Honorata
Praça Frouthé

12h às 15h
(18) Pequenos escritores - Exposição de livro produzido pelos alunos da Escola Helio de Souza Martins
Praça Frouthé

14h às 15h
(19) Quem conta um conto... - Oficina de leitura para adultos com Neuza Feijó Machado e Alessandra Honorata
Praça Frouthé

14h às 16h
(20) Uma aventura na floresta - Exposição de trabalhos e performance dos alunos do Ciep 273 sobre livro de Maria Clara Machado
Praça Coronel Braz

15h às 15h30
(21) Música na Calçada - Apresentação musical da dupla Mariana e Gabriela
Loja Mistura Fina

15h às 16h
(22) Liberdade para Desenhar - Oficina de ilustração com Solange Noronha
Varandão da Escola Barão

15h às 17h
(23) Cordel - Varal de livros de cordel produzidos pelos alunos do Ciep 273
Praça Coronel Braz

16h às 18h
(24) Os barões da FLIM - Estúdio para fotomontagens instantâneas - Produção de Rosângela Baraúna e Íris Corradi
Varandão da Escola Barão

18h30 às 19h30
(25) A bruxinha que era boa - Apresentação de fragmentos da peça de Maria Clara Machado pelos alunos do Ciep 273
Praça Coronel Braz

20h às 21h40
(26) Teatro - "Os meninos da rua Paulo em tablado de Clara", direção de Wal Schneider
Clube Montanhês

22h
(27) Duo sem Fronteiras - Apresentação poético-teatral com textos de Eurídice Pessoa e Jorge Ventura
Sarau - Apresentação de poetas convidados da APPERJ (Associação Profissional de Poetas do Estado do Rio de Janeiro)
Restaurante Varanda da Serra

Domingo, 28 de agosto
10h às 12h
(28) Os barões da FLIM - Estúdio para fotomontagens instantâneas - Produção de Rosângela Baraúna e Íris Corradi
Varandão da Escola Barão

10h às 15h
(29) Livro de parede/Varal de quadros - Exposição de telas e textos de João Baptista de Freitas
Colônia de Férias da Asperj

10h às 16h
(30) Tenda das Artes - Feira de artesanato e produtos locais
Praça Frouthé

10h às 17h
(31) Projeto Livro Livre - Feirinha de trocas e distribuição de livros
Praça Frouthé

13h às 14h
(32) Chapeuzinho Vermelho - Dramatização com crianças da Escola Floresta Encantada
Praça Frouthé

14h às 15h
(33) Musical da criançada - Musical apresentado pelos alunos do pré-escolar
Colônia de Férias da Asperj

14h às 15h
(34) O que é, o que é - Jogos e brincadeiras para jovens e adultos, com Solange Noronha
Varandão da Escola Barão

14h30
(35) Arteterapia - Jovens da Escola Barão levam a alegria da FLIM para os idosos
Asilo Lar dos Velhinhos de Madalena

15h às 16h
(36) ProCura-se um Coração - Bate-papo e tarde de autógrafos com a escritora Lucia Seixas, autora do livro juvenil "ProCura-se um Coração"
Quiosque do Renatinho

16h às 16h30
(37) Música na Calçada - Apresentação musical da dupla Mariana e Gabriela
Loja Mistura Fina

16h às 18h
(38) Os barões da FLIM - Estúdio para fotomontagens instantâneas - Produção de Rosângela Baraúna e Íris Corradi
Varandão da Escola Barão

16h
(39) Apresentação do pianista David Salomão - Descerramento de placas comemorativas da FLIM
Casa da Cultura

17h
(40) Exibição de filme - "Pluft, o Fantasminha"
Telecentro Comunitário

E mais...

No mundo da imaginação...

Os pequenos turistas na FLIM...

Estátuas vivas...

E a volta do Trem da FLIM!

quarta-feira, 3 de agosto de 2011

Homenagem a Maria Clara

A homenageada especial da FLIM 2011 é a teatróloga, diretora, atriz e professora Maria Clara Machado, que renovou o teatro infantil brasileiro, escreveu mais de 100 peças e formou centenas de atores no seu Teatro Tablado. Deixou-nos obras inesquecíveis como Pluft, o Fantasminha e O Cavalinho Azul.

Nascida em Belo Horizonte em 3 de abril de 1921, Maria Clara Machado viveu e morreu no Rio de Janeiro, em 30 de abril de 2001. Costumava dizer que "a arte ajuda as pessoas a serem mais sensíveis" e que "as crianças conseguem ver melhor a essência da vida". Combinando as duas ideias, criou histórias e personagens que habitam a memória e povoam os sonhos de brasileiros de todas as idades.

Sarau

Eurídice Pessoa, que sabe tudo sobre como se rima poesia e alegria, vai comandar um animado encontro poético, atualizando para o século 21 uma antiga tradição madalenense: os saraus. Uma dezena de poetas trazidos pela APPERJ, associação de poetas do Estado do Rio de Janeiro, vai se juntar na noite de sábado, 28, para mostrar sua produção. Vai ser no simpático restaurante Varanda da Serra Deguste, em meio a pizzas, sopas e vinhos perfeitos para acompanhar o friozinho gostoso de agosto em Madalena.

Teatro de gente grande

Experientes atores profissionais cariocas, comandados pelo diretor Wal Schneider, se juntaram a amadores de Madalena para recriar a obra de Maria Clara Machado, em combinação com a de outros autores. O resultado é a peça "Os meninos da rua Paulo em tablado de Clara", espetáculo inédito que promete fazer a delícia de jovens e adultos. Parceiros de primeira hora da FLIM, Wal Schneider e seu grupo simplesmente arrasaram no evento do ano passado.

Livros na parede

Pintor e escritor criativo, João Baptista de Freitas traz sua produção de livros e quadros com temas ambientais, numa exibição diferente do convencional: os livros é que serão expostos na parede, enquanto os quadros irão para um varal. E se São Pedro colaborar, a coisa vai ser ainda mais inusitada, garante João. Ele promete muitas novidades em sua apresentação na FLIM.

Procurando um coração

A escritora Lucia Seixas traz para a FLIM seu livro "Procura-se um Coração" (editora FTD), uma emocionante história de amor e aventura juvenil. Vai ter bate-papo com a autora no Quiosque do Renatinho, sob as árvores da principal praça de Madalena. Quem quiser saber mais sobre o livro, veja aqui.

Brincando de barão

Quem quiser brincar de voltar no tempo e fingir que é um barão - ou baronesa - do café, vai ter a chance na FLIM. Artes da Rosângela Baraúna e da Íris Corradi. Aguardem!

segunda-feira, 1 de agosto de 2011

Como chegar, onde ficar

Como chegar de carro (Saindo do Rio ou Niterói)
Via Nova Friburgo: Rio de Janeiro/S.M.Madalena, via Nova Friburgo.  Pegar a rodovia RJ-116, até o entroncamento de Macuco. Seguir à direita pela RJ-172, até o trevo de Manoel de Moraes. Tomar à esquerda até Santa Maria Madalena. Percurso total: 223 km.

Via BR-101: Siga pela BR-101 até o trevo em direção a Conceição de Macabu, onde se encontra a RJ-182. Siga por mais 27 km até Santa Maria Madalena. Percurso total: 250 km, mas a viagem é cerca de 30 minutos mais rápida do que pela região serrana.

Como chegar de ônibus
Rio-Niterói-Santa Maria Madalena: 8h18m e 15h10m (Viação 1001)

Santa Maria Madalena-Niterói-Rio: 5h30m e 14h15m (Viação 1001)
Nova Friburgo-Bom Jardim-Monnerat-Cordeiro-Cantagalo-Macuco-Santa Maria Madalena: cinco horários diários (Viação 1001)
Macaé-Santa Maria Madalena: 8h45m e 18h10m (Transportadora Macabu)
Santa Maria Madalena-Macaé: 6h30m e 16h (Transportadora Macabu)


Onde dormir
Pousada Verbicaro
Tel. (22) 2561-1515

Hotel Girassol da Serra
Tel. (22) 2561-1244 
http://www.hotelgirassoldaserra.com.br

Pousada Itaporanga
Tel. (22) 2561-1811

Pousada Kentinha
Tel. (22) 2561-1148
http://www.pousadakentinha.com.br

Madalena Hostel
Tel. (21) 2710-8697; 998597726; 981176782; 994076939
Instagram: @madalenahostel  Facebook: Madalena Hostel
E-mail: hostelmadalena@gmail.com

Pousada São Gerônimo
Tel. (22) 2561-1220 

Colônia de Férias 
Tel. (22) 2561-1871