domingo, 15 de setembro de 2013

Uma festa de palavras, cores e sons

Foi assim a IV Festa Literária de Santa Maria Madalena, nos dias 23 a 25 de agosto de 2013. 

Sob a luz inspiradora da poesia de Mario Quintana, o grande homenageado do evento,


crianças e adultos vivenciaram a alegria...






e a beleza...

da literatura...


da música...




do circo...


do teatro... 




e das artes plásticas.





Os participantes compartilharam saberes...




...e fazeres.





Poetas...
















namorados...


idosos...




crianças...


leram...






escreveram e lançaram livros...




fantasiaram...


brincaram...



cantaram...





dançaram...
































jogaram...















desfilaram...



pela cidade....



toda enfeitada!



Ano que vem tem mais! Palavra do Anjo Malaquias! (*)


(*) Personagem de um poema de Mario Quintana.

Créditos das fotos: Kaká Cabral, Mario Guimarães, Nica Bomfim, Solange Noronha.
Banners da primeira e da penúltima foto: Arte de Pierry Vicentini.




RELATÓRIO FLIM 2013


Apresentação

A FLIM - Festa Literária de Santa Maria Madalena é realizada anualmente no mês de agosto. Desde a primeira edição, em 2010, é uma iniciativa da sociedade civil, em parceria com o poder público e empresas. A missão da FLIM é contribuir para o progresso da educação e da cultura em Santa Maria Madalena e região e para a dinamização da economia do município, através do estímulo ao turismo cultural. 

A FLIM consiste num conjunto de atividades culturais – shows musicais, teatro, artes circenses, lançamento de livros, palestras, exposições e oficinas de artes e literatura – que se prolonga por todo um fim de semana, começando na sexta-feira à noite e acabando ao entardecer do domingo.

Este Relatório mostra os resultados da quarta edição da FLIM, de 23 a 25 de agosto de 2013, que homenageou o poeta gaúcho Mario Quintana, uma das glórias da literatura brasileira. Os resultados obtidos atenderam aos objetivos traçados no início do ano para esta edição: aumentar a qualidade e a diversidade do conteúdo cultural oferecido pela FLIM e a participação de madalenenses e visitantes. Em sua quarta edição, ficou evidente que a Festa Literária de Santa Maria Madalena já se firmou no calendário de eventos do município e da região.

Agradecemos aos patrocinadores, apoiadores, amigos e parceiros, dentro e fora de Santa Maria Madalena. O esforço conjunto dessas pessoas e instituições e dos cidadãos madalenenses garantiu o sucesso do evento. Parabéns a todos.


                                                  Santa Maria Madalena, 16 de setembro de 2013

                      Rogério Botelho – ACIAM (Ass. Ind., Com. e Agropecuária de S.M.Madalena)
                     Janaína Machado Santos Vahia – Secretaria Municipal de Educação, Esporte e Cultura
                     Terezinha Costa – Biblioteca Juvenil do Dezessete
                                   

O público

Devido à natureza da festa, que é realizada simultaneamente em diferentes locais do centro histórico da cidade, sem controle de entrada, é difícil avaliar números de público. Apesar disso, estimamos que cerca de 3 mil a 4 mil pessoas passaram pelas diferentes atrações. Do total, cerca de 40% eram provenientes de outras cidades, dentre as quais foi possível identificar Rio de Janeiro, Niterói, São Gonçalo, Macaé, Campos, Cantagalo, Cordeiro, Bom Jardim, Nova Friburgo e Trajano de Moraes.

Além da presença de turistas, que lotaram toda a rede hoteleira da cidade, houve intensa participação de estudantes da rede municipal de ensino. A Secretaria Municipal de Educação serviu mais de 1.500 refeições às crianças e jovens das escolas urbanas e rurais. Para facilitar a vinda dos alunos destas últimas, a Secretaria ofereceu o transporte – ajudando, assim, a cumprir UM dos principais objetivos da FLIM, que é a inclusão social através do acesso à cultura. .


O conteúdo

Apesar de uma decisão estratégica, tomada no início do ano, de limitar o crescimento do número de atividades na FLIM e focar no aumento da qualidade e da diversidade, o número de atrações continuou crescendo, devido ao interesse de produtores e agentes culturais em participar do evento. A primeira edição, em 2010, teve 20 atrações, a edição seguinte, em 2011, dobrou para 40 e a de 2012 subiu para 60. O objetivo em 2013 era não ultrapassar o total do ano anterior, mas, ao fim e ao cabo, foram oferecidas quase 80 atividades, incluindo as ações OFF FLIM. Em 2010, 90% das atrações eram locais (na maioria, produzidas pelas escolas municipais), enquanto em 2012 o percentual de atrações vindas de fora do município subiu para mais de 40%, percentual que se manteve em 2013.

O mais relevante, contudo, é que o objetivo de elevar a qualidade e a diversidade do conteúdo foi plenamente atingido. A IV FLIM apresentou, entre outras atrações, shows de música brasileira de excelente qualidade, com os grupos cariocas Cordão do Boitatá e Banda Mala & Cuia e o grupo de chorinho BJ Trio, da vizinha cidade de Bom Jardim. Três espetáculos teatrais foram apresentados por grupos de Petrópolis, São José das Três Ilhas (Belmiro Braga-MG) e da vizinha cidade do Carmo. E, por último, mas não menos importante, a palestra principal sobre o homenageado Mario Quintana foi proferida pelo escritor Carlos Nejar, membro da Academia Brasileira de Letras.

A participação das escolas do município foi motivo de admiração dos visitantes e de orgulho para os madalenenses. Como já se tornou tradição, professores e alunos trabalham em sala de aula a obra do escritor homenageado e apresentam o resultado na FLIM. Para isso, a Secretaria Municipal de Educação e Cultura adquire exemplares de livros do homenageado e os distribui para as escolas. Além disso, nos meses que antecederam o evento, a obra de Mario Quintana foi amplamente divulgada pela organização da FLIM nas redes sociais – de modo a aumentar o conhecimento sobre o poeta gaúcho na cidade.

O empenho, o  talento e a criatividade dos estudantes e de seus professores foram reconhecidos por todos os presentes. Todas as 19 escolas públicas da cidade apresentaram trabalhos na FLIM – desde as creches até a escola estadual de ensino médio.


Resultados econômicos

Sendo uma iniciativa liderada pela sociedade civil e largamente baseada em doações e trabalho voluntário, a FLIM não tem finalidade lucrativa. Assim, os ganhos econômicos aqui mencionados referem-se ao estímulo à economia do município, devido ao movimento gerado para o comércio e os serviços.

A rede hoteleira da cidade operou com 100% de sua capacidade e os restaurantes e bares do centro da cidade ficaram lotados. O movimento é considerado pelos hotéis e restaurantes maior que o da festa da padroeira da cidade e somente inferior ao do Carnaval. Isso confirma o potencial dos eventos culturais para estimular a economia do município.


Resultados educacionais e culturais

Apesar de serem de difícil mensuração, os resultados educacionais e culturais do evento são visíveis. A estratégia da FLIM de promover o diálogo cultural entre diferentes públicos e comunidades do município este ano foi ampliada com a realização de duas atividades “pré-FLIM” em uma comunidade rural (conhecida como “Dezessete”) e outra da periferia (um conjunto de casas populares). O objetivo foi estimular as famílias a levarem seus filhos à festa, exercitando seu protagonismo, independentemente da ação facilitadora do poder público ou de entidades da sociedade civil. O resultado foi animador. Casais moradores das duas comunidades foram vistos circulando pela festa, acompanhados dos filhos pequenos.

O estímulo ao intercâmbio cultural dos madalenenses com agentes culturais de outras cidades também se revelou muito produtivo. Este ano, graças a uma parceria com o SESI Cultural, do Sistema Firjan (Federação das Indústrias do Estado do Rio de Janeiro) a população de Santa Maria Madalena, pela primeira vez em sua história, teve acesso a produtos culturais apoiados pelo SESI. No caso, o espetáculo teatral “Quintanares” e a banda de forró Mala & Cuia.

Outra parceria, com o Fórum Serrano de Cultura, integrado pelos Secretários de Cultura de 15 municípios da Região Serrana fluminense, permitiu trazer à FLIM um espetáculo musical de Bom Jardim, um espetáculo teatral de Carmo e uma banda de percussão de Cantagalo. Além disso, a Petrobrás (unidade Bacia de Campos) enviou seu Coral para se apresentar na abertura da FLIM, Todos os espetáculos encontraram grande receptividade do público.

Foram lançados nove livros na FLIM, sendo dois de autores madalenenses e o restante de autores do Rio de Janeiro e de cidades da região. Foram também realizadas duas rodas de leitura, três oficinas de produção literária, além de diversas contações de histórias para públicos de diferentes idades e oficinas de arte e xadrez.

Repercussão na mídia

A cobertura de imprensa em 2013 nada ficou a dever aos anos anteriores. A FLIM já entrou na pauta da mídia regional. Um levantamento parcial revela que foram publicadas matérias e notas em sites jornalísticos e culturais e na mídia convencional. Jornais como o Jornal de Sábado, de Cabo Frio, e O Debate, de Macaé, deram grande espaço ao noticiário sobre a FLIM. A InterTV, afiliada regional da Rede Globo de Televisão, deu boa cobertura antes e durante o evento.

É importante enfatizar que toda a mídia obtida foi espontânea, ou seja, trata-se de cobertura jornalística e não de publicidade paga. Isso representa um inestimável capital em termos de credibilidade para a FLIM e seus parceiros e apoiadores.

Este ano, utilizamos maciçamente a fan page da FLIM no Facebook, criada em 2012. A página no Facebook garantiu ampla divulgação do evento, associada ao blog oficial, ativo desde 2010, e que na edição deste ano ultrapassou a marca de 14 mil visualizações, 

Para mais detalhes sobre a cobertura de imprensa, favor ver o Apêndice deste documento.

O futuro

Tendo em vista o contínuo crescimento da FLIM, em tamanho, qualidade e visibilidade, o coletivo organizador vai fazer em 2014 nova revisão da estratégia do evento. Serão especificamente examinados os seguintes aspectos: necessidade de institucionalização da FLIM, para facilitar a captação de recursos financeiros públicos e privados; necessidade de aumentar a participação do empresariado local no financiamento e na organização do evento; mecanismos de estímulo à participação de voluntários na organização do evento; exame das relações de parceria da sociedade civil com o poder público e o empresariado.

A FLIM 2014 – V Festa Literária de Santa Maria Madalena está marcada para 29 a 31 de agosto de 2014.



Apêndice

A lista a seguir é uma amostra. Não representa toda a mídia espontânea obtida pela FLIM 2013.

quinta-feira, 22 de agosto de 2013

Cordão do Boitatá faz a festa de sábado à noite


Diretamente da Lapa para a Praça Frouthé! Muita animação com música de ótima qualidade para ouvir, dançar e cantar junto - é o que o grupo carioca Cordão do Boitatá promete para a FLIM na noite de sábado. O show vai ser na Praça Frouthé, às 22 horas. Venha descobrir por que é que, no carnaval, milhares de foliões seguem o Cordão do Boitatá pelas ruas do centro do Rio.


Formado por oito integrantes que se revezam em vários instrumentos, o Cordão do Boitatá é formado por  músicos jovens, bonitos e talentosos, que ajudaram a recuperar a vida noturna da Lapa, no Rio de Janeiro.  Eles tocam e cantam diversos gêneros musicais brasileiros, como frevo, samba, forró, choro, baião e marchinhas, dando-lhes, porém, um tratamento autoral e moderno. 

Poesia, vinho e violões

O restaurante Varanda da Serra vai ser palco, nesta sexta, às 23h, de um sarau com poetas, declamadores e músicos de Santa Maria Madalena, São Fidélis, São Sebastião do Alto, Conceição de Macabu, Rio de Janeiro e outras cidades. Todo mundo pode participar. O microfone ficará aberto para quem quiser dizer versos próprios ou alheios.
 No amplo e acolhedor espaço do restaurante, nos fundos de um dos mais antigos e bonitos casarões da cidade, o sarau da FLIM resgata e moderniza uma tradição que vem desde o século 19, quando as famílias da região promoviam encontros em suas residências para os convidados dizerem versos ou fazerem música.  No friozinho das noites madalenenses, a poesia combinada com as pizzas e caldos do Varanda da Serra é ótima pedida para aquecer o corpo e o coração. 

segunda-feira, 19 de agosto de 2013

Histórias e música, um show à parte

Eurídice Hespanhol e as crianças
As duas são grandes contadoras de histórias, cada uma em seu estilo. Eurídice Hespanhol (esq.), professora e poeta, vai contar histórias para crianças na FLIM, no sábado 24/08, de 11h às 12h, no coreto da praça. E à tarde, no restaurante Varanda da Serra, vai fazer uma oficina de poesia para a galera jovem, usando letras de música de Renato Russo e outros autores.

Já Rosana Almeida, na edição deste ano traz sua arte para os mais velhos: no asilo, vai contar histórias animadas por antigos sambas e marchinhas carnavalescas, que ajudam os vovôs e vovós a refrescar a memória cansada. Vai ser no sábado 24, às 10h. Todo mundo pode ir, o asilo fica num lugar lindo e o pessoal lá adora receber visitantes!

À tarde, Rosana vai levar outras histórias musicadas para os senhores e senhoras da terceira idade que gostam de dançar. Vai ser no salão da Pousada Kentinha, às 15h. Os “menores de idade” também são bem-vindos!

Comendo com arte


O restaurante Massa di Casa, o mais tradicional de Santa Maria Madalena, especializado em pratos italianos feitos com massas caseiras, vai abrigar em suas paredes os paineis em mosaico do artista plástico Ronaldo Branco. Ronaldo mantém um ateliê em Nova Friburgo, onde promove oficinais de criação de peças em mosaico. É um trabalho que ele chama de Arte Musiva. Quem quiser saber mais é só aparecer durante a FLIM no restaurante Massa di Casa.

Enquanto isso, no restaurante Manah, conhecido pela saborosa comida caseira e comandado pela simpática Silvia, o pintor madalenense Isac Melo também vai expor suas telas.

domingo, 18 de agosto de 2013

Uma noite com os quintanares

Não percam o espetáculo marcado para a sexta-feira, 23/08, às 22h, no Clube Montanhês. O ator Vagner Souza diz textos de Mario Quintana, enquanto contracena com imagens do poeta em fotos e vídeos. 

Quintanares estreou na cidade natal de Quintana, Alegrete - RS, em 2005.  Desde então vem cumprindo um roteiro pelo Brasil. No Estado do Rio de Janeiro, já se apresentou em diversas cidades, com apoio do Sistema Cultural Sesi. 

O título do espetáculo vem de um poema que outro grande poeta brasileiro, Manuel Bandeira, fez em homenagem ao 50º aniversário de Quintana, em 1966. Diz assim o Quintanares de Bandeira:

Meu Quintana, os teus cantares
Não são, Quintana, cantares:
São, Quintana, quintanares.

Quintessência de cantares...
Insólitos, singulares...
Cantares? Não! Quintanares!

Quer livres, quer regulares,
Abrem sempre os teus cantares
Como flor de quintanares.

São cantigas sem esgares
Onde as lágrimas são mares
De amor, os teus quintanares.

São feitos esses cantares
De um tudo-nada: ao falares,
Luzem estrelas luares.

São para dizer em bares
Como em mansões seculares
Quintana, os teus quintanares.

Sim, em bares, onde os pares
Se beijam sem que repares
Que são casais exemplares.

E quer no pudor dos lares
Quer no horror dos lupanares
Cheiram sempre os teus cantares

Ao ar dos melhores ares,
Pois são simples, invulgares
Quintana, os teus quintanares.

Por isso peço: não pares,
Quintana, nos teus cantares...

Perdão! digo quintanares.

(Manuel Bandeira)

sábado, 17 de agosto de 2013

Gargalhadas no curral

Depois de um longo período de noivado, finalmente Eugênia e Juca se casam. Mas no pacote do casamento vieram pai, mãe, tia, duas empregadas e até uma hilária vendedora high tech. Aí começam as trapalhadas que faz o público morrer de rir com a peça No Curral, com mais amor, premiada comédia de costumes encenada pelo grupo mineiro Theatro de Repertório do Caminho Novo.

O grupo criado em 2006 por jovens do povoado de São José das Três Ilhas, patrimônio histórico de Belmiro Braga – MG, vai se apresentar na FLIM, no sábado 23/08, às 19h. No mês passado, a peça ganhou cinco prêmios no 13º Festival de Artes Cênicas de Conselheiro Lafaiete – MG, na categoria comédia: melhor espetáculo, atriz, direção, figurino e cenário. O festival é um dos 10 maiores do país para o teatro amador.

O foco e o público do Theatro do Caminho Novo estão na roça. O grupo faz a maioria de suas apresentações para as comunidades rurais da região de São José das Três Ilhas. 

Talentos da Serra e Baixada

Prof. Marcia Lobosco
O aconchegante restaurante Charme da Serra, o mais novo de Santa Maria Madalena, vai sediar duas atividades da FLIM no sábado, 24/08. O Café Literário, às 15h, com Marcia Lobosco, professora e pensadora de Nova Friburgo; e o lançamento do livro de poesia Lacunas, de Ana Paula Souza Filgueira.

Marcia Lobosco comanda regularmente na livraria Arabesco, em Nova
Friburgo, um Café Literário. A partir da leitura de textos literários variados, ela ajuda os participantes a fazerem um exercício de construção de sentidos, através da palavra oral e escrita. Mais sobre Marcia aqui
. http://diariodebordocefet.blogspot.com.br/

Ana Paula Souza Filgueira, nascida e criada na região de Carapebus-Quissamã-Macaé, na Baixada Litorânea, vai lançar seu segundo livro de poesia, Lacunas. Desde o primeiro livro, Momentos Morenos, de 1999, seu trabalho é fortemente influenciado pela cultura e a história da região. 

E como literatura e gastronomia fazem ótima combinação, aqui vai uma dica: vir a Madalena e não provar as empadas do restaurante Charme da Serra é como ir a Roma e não ver o papa. Ambos são imperdíveis!

Duas escritoras mirins e um jornalista


Uma tem 10 anos e acaba de publicar seu primeiro livro. Chama-se Julia. Outra tem 11 e está preparando o segundo livro. Chama-se Mariene. Ambas são a prova de que, quando a família estimula, o gosto pela literatura começa cedo.
O livro de Julia Ribeiro Varsano


        O livro de Mariene Lino
A carioca Julia Ribeiro Varsano escreveu e ilustrou A princesa skatista, que será lançado na FLIM no sábado 24, em conjunto com Nariz de cera, de seu avô, Marco Antonio Ribeiro. Jornalista experiente, Marco desfia na obra suas memórias de quatro décadas de trabalho nas grandes redações de jornal do Rio, numa carreira iniciada nos tempos do regime militar.

Memórias de O Jornal, O Globo e JB


Já a niteroiense Mariene Lino vai falar, também no sábado 24, sobre seu primeiro livro, O som misterioso, publicado em 2011. Ela já participou de diversas feiras e salões literários e tem até seu próprio site. Mais sobre Mariene aqui

sexta-feira, 16 de agosto de 2013

Para ouvir e dançar sem parar


Coisa fina é o som da banda Mala e Cuia, que vai se apresentar na FLIM no sábado, 24/08, às 16 horas, na Praça Frouthé. A banda traz uma cara nova aos tradicionais ritmos nordestinos, como xote, xaxado e baião, temperando o forró pé-de-serra com o balanço carioca que o samba dá. Quem quiser um aperitivo, pode baixar um mp3 aqui.
A banda vem a Santa Maria Madalena com apoio do Sesi Cultural/Sistema Firjan.

Delícias gaúchas

Arroz de carreteiro
Moranga caramelada

 Além de sua tradicional comida caseira/regional, o restaurante Nova Venda da Zezé vai oferecer durante a FLIM um cardápio tipicamente gaúcho - em honra, é claro, de nosso homenageado Mario Quintana.


Zezé vai preparar delícias como arroz de carreteiro, fritada de ovos com linguiça campeira e moranga caramelada  - um doce que no Rio Grande do Sul é acompanhamento de pratos salgados. A Nova Venda da Zezé funciona na rua Barão de Madalena, bem no centro da cidade.

quinta-feira, 15 de agosto de 2013

Escolas na FLIM 2013


Dezesseis escolas municipais e a escola estadual vão apresentar na FLIM os trabalhos que os alunos estão fazendo em sala de aula, inspirados nas obras de Mario Quintana e outros escritores. São trabalhos de criação de textos literários e jornalísticos, teatro, artes plásticas e música.



Alunos e seus professores, incluindo os que moram nos distritos mais distantes do centro da cidade, estarão na principal praça de Santa Maria Madalena, mostrando suas criações e participando de todas as atividades da FLIM. A lista das escolas inclui duas creches. Para a organização da FLIM, as atrações oferecidas pelas crianças e jovens são tão importantes quanto os espetáculos, palestras e outras atrações que serão protagonizados por escritores e artistas profissionais.

segunda-feira, 12 de agosto de 2013

FLIM traz o acadêmico Carlos Nejar a Madalena para falar sobre Quintana

O acadêmico Carlos Nejar, membro da Academia Brasileira de Letras, estará em Santa Maria Madalena para falar sobre o homenageado da FLIM 2013, seu conterrâneo Mario Quintana (1904-1996). A palestra será no salão da Câmara Municipal, no dia 24/08, às 17 horas.

Foto: Site da ABL
Carlos Nejar, nascido em Porto Alegre em 1939, é poeta, ficcionista, tradutor e crítico literário. Publicou seu primeiro livro, Sélesis, em 1960, pela Editora Globo, de Porto Alegre, onde Mario Quintana trabalhou durante muitos anos. Costuma ser chamado de “o poeta do pampa brasileiro”.  Tem versos como este:

Qualificação
Não venham com razões/E palavras estreitas./O que sou sustenta/O que não sou./Por mais grave a doença,/A dor já me curou./E levo no bordão,/o campo, a cerca,/as passadas que vão,/o rosto que se acerca/na rudeza do chão./O que sou/é dar socos/ contra facas quotidianas./E é pouco. (do livro Danações, 1969).

Carlos Nejar se tornou imortal da Academia Brasileira de Letras em 1989, quando tomou posse da cadeira nº 4, na vaga deixada por Vianna Moog. Tem obras publicadas em Portugal, Alemanha, Itália, Estados Unidos, Uruguai, Venezuela e Argentina. Traduziu do castelhano autores como o argentino Jorge Luiz Borges e o chileno Pablo Neruda. É pai do também poeta Fabricio Carpinejar.

Mais poemas de Carlos Nejar aqui.

quarta-feira, 7 de agosto de 2013

Programação da FLIM tem mais de 70 atrações


Está chegando a hora! A FLIM 2013 tem atrações para todos os gostos. Vai ter shows de música e apresentações teatrais ao ar livre; saraus e rodas de leitura em espaços aconchegantes; exposições e oficinas de arte e literatura para crianças, jovens e adultos. Tudo isso emoldurado pela beleza da Mata Atlântica que cerca o centro histórico de Santa Maria Madalena...



... e no espírito tranquilo e bem-humorado de nosso homenageado Mario Quintana.



Confira abaixo a programação da FLIM 2013:

Sexta-feira – 23 de agosto
19h
(1) Abertura Homenagem a Mario Quintana, com apresentação do Coral Madalenense, recital poético dos alunos do Ciep 273 e apresentação do Coral da Petrobrás
Casa da Cultura
22h
(2) Quintanares – Espetáculo baseado na obra de Mario Quintana, com o ator gaúcho Vagner Souza
Clube Montanhês

23h
(3) Sarau – Encontro de poetas e músicos de diversas cidades e exposição de telas do artista De Castro
Restaurante Varanda da Serra

 Sábado – 24 de agosto

10h às 11h
(4) Carnaval para a terceira idade Contação de histórias com música, em espetáculo criado por Rosana Almeida 
Asilo Lar dos Velhinhos de Madalena

10h às 11h
(5) O Batalhão das Letras – Dramatização do poema infantil de Mario Quintana pelos alunos da Creche Luiz Antonio Rocha Carvalho
Creche Luiz Antonio Rocha Carvalho

(6) Bate-papo com o autor – Leitura de textos do poeta e contista Wanderlino T. Leite Netto com interação autor/participantes
Salão da Colônia de Férias da Asperj

10h às 11h
(7) Lançamento de livro infantil Joanie e Joaninha, de Mariucha Correa
Jardim da Colônia de Férias da Asperj

10h às 12h
(8) Exposição – Poemas de Glovir Bizzo
Telecentro Comunitário

10h às 14h
(9) Maquete e Varal – Exposição de trabalhos sobre poemas de Quintana produzidos por alunos da Escola Osório Bersot
Praça das Escolas na Praça Frouthé

10h às 15h
(10) Vista Alegre com Quintana – Exposição de dobraduras e textos de e sobre Mario Quintana, montada pelos alunos da Escola Vista Alegre
Praça das Escolas na Praça Frouthé

10h às 15h
(11) Conhecendo Mario Quintana – Exposição de trabalhos dos alunos da Escola Sebastião Borges Barreto
Praça das Escolas na Praça Frouthé

10h às 15h
(12) Escola estuda Quintana – Exposição de caricaturas e objetos criados pelos alunos da Escola Agulha dos Leais
Praça das Escolas na Praça Frouthé

10h às 16h
(13) Concretizando a Arte Literária – Homenagem à escritora Selma Nardacci, com apresentação de jogral e exposição de textos com formas, cores e texturas
Varandão da Escola Barão de Madalena

10h às 17h
(14) Quintana é inspiração – Exposição de trabalhos dos alunos do CIEP 273 a partir da releitura de textos de Mario Quintana
Rua Mattos Pitombo

(15) Quintana e Vinícius – Um olhar sobre Mario Quintana e Vinícius de Moraes, em obra coletiva dos alunos da Escola Helio de Souza Martins
Praça das Escolas na Praça Frouthé

10h às 17h
(16) Uma viagem – Exposição de cartazes em álbum seriado sobre Mario Quintana, produzido pelos alunos da Escola de Santo Antonio do Imbé
Praça das Escolas na Praça Frouthé

10h às 17h
(17) Barca das Letras – O palhaço Ribeirinho comanda brincadeiras, arrecada e distribui livros e revistas
Praça Frouthé

10h às 17h
(18) Martinho Santafé: Quadros – Exposição de telas do artista Martinho Santafé
Casa da Cultura

10h às 17h
 (19) Dercy: Cinco anos de saudade – A trajetória artística e profissional de Dercy Gonçalves em fotos, vestuário, objetos e vídeos
Clube Montanhês

10h às 17h
(20) Papel Nobre Exposição de quadros e esculturas do artista Daniel Ignacio e alunos da Creche E.M. Piteira, de Conceição de Macabu/RJ
Clube Montanhês

10h às 18h
(21) Projeto Livro Livre – Distribuição gratuita de livros novos e usados e brincadeiras com a atriz Nica Bomfim
Praça Frouthé - Tenda da Biblioteca Juvenil do Dezessete

10h às 18h
(22) Xadrez para todos – Oficina de iniciação ao jogo de xadrez, com apoio de livros ilustrados especiais para crianças e jovens
Praça Frouthé - Tenda da Biblioteca Juvenil do Dezessete

10h às 18h
(23) Inglês na Praça – Aulas e atividades divertidas em inglês com o Curso Wizard
Praça Frouthé

10h30 às 10h45
(24) Teatro de fantoches – Espetáculo produzido pelo Ciep 273 (Segunda sessão às 14h30)
Rua Mattos Pitombo

10h30 às 15h
(25) Quintana na creche – Exposição de desenhos de alunos da Creche de Manoel de Moraes sobre textos de Mario Quintana
Praça das Escolas na Praça Frouthé

11h às 12h
(26) Contação de histórias – Com Eurídice Hespanhol
Coreto da Praça Frouthé

11h às 12h
(27) O despertar dos monstros – Exposição de máscaras inspiradas no poema Os degraus, pelos alunos da Escola Corrégio de Castro, e confecção de novas máscaras com os visitantes
Praça das Escolas na Praça Frouthé

11h às 12h
(28) Lançamento de livro - Cói-Cói, de Dina Feijó
Salão da Colônia de Férias da Asperj

11h às 16h
(29) Isac Melo: Quadros – Exposição e venda de telas do artista Isac Melo
Restaurante Manah

11h às 00h
(30) Arte Musiva – Exposição de painéis em mosaico do artista Ronaldo Branco
Restaurante Massa di Casa

12h às 13h
(31) Lançamento de livro infantil O jegue voador e o boto pagodeiro, de Elise Schiffer
Coreto da Praça Frouthé

12h às 13h
(32) Mariene Lino – Apresentação da escritora mirim Mariene Lino, 11 anos, autora de  O Som Misterioso
Salão da Colônia de Férias da Asperj

13h às 13h15
(33) Pé de Pilão – Apresentação musical baseada em obra de Mario Quintana, pelos alunos da Escola Nair Lima
Escola Nair Lima

13h às 14h
(34) Circo Cia Viva – Espetáculo circense
Praça Coronel Braz

13h às 16h
(35) Contação de histórias – Diversas atividades produzidas pela Escola Geraldo Lima Garcia
Sede da Euterpe Madalenense

13h às 17h
(36) Arte na Madeira – Le Tireur Friburgeois: Oficina de arte em pequenas peças de madeira
Praça Frouthé

14h às 16h
(37) Literatura em família – Lançamento dos livros A princesa skatista, da autora mirim Julia Ribeiro, 10 anos, e Nariz de Cera, memórias do jornalista Marco Antonio Ribeiro
Salão da Colônia de Férias da Asperj

14h às 14h40
(38) Banda de Latas – Desfile da banda de jovens de Triunfo que usam instrumentos de sucata
Rua Barão de Madalena

15h às 16h
(39) Dançando na terceira idade – Contação de histórias com música para dançar, em espetáculo criado por Rosana Almeida
Restaurante da Pousada Kentinha

15h às 16h
(40) Café Literário – Leitura compartilhada de textos, com dinamização de Marcia Lobosco
Restaurante Charme da Serra

15h às 16h
(41) Poesia para jovens – Oficina de criação de poemas com Eurídice Hespanhol, para jovens a partir de 13 anos
Restaurante Varanda da Serra

16h às 17h
(42) Lançamento de livro com declamação – Lacunas, poemas de Ana Paula Souza Filgueira
Restaurante Charme da Serra

16h às 17h30
(43) Show de forró – com a Banda Mala e Cuia
Palco na Praça Frouthé

17h às 18h
(44) Música na Calçada – Apresentação musical da dupla Mariana e Gabriela
Calçada da Loja Mistura Fina

17h às 18h
(45) Vida e obra de Mario Quintana – Palestra do escritor Carlos Nejar, da Academia Brasileira de Letras
Câmara Municipal

19h às 19h40
(46) Teatro – Apresentação da comédia No Curral, com Mais Amor, pelo grupo Theatro de Repertório do Caminho Novo, de Minas Gerais
Palco na Praça Frouthé

19h
(47) Lançamento de livro Madalenenses Adotivos, de Salvador Mata e Silva, Geraldo José Machado e Neuza Feijó Machado
Restaurante Varanda da Serra

Domingo – 25 de agosto

10h às 10h15
(48) Recital de poesia – Produção da Escola Gentil Carolina Machado Trindade
Praça das Escolas na Praça Frouthé

10h às 11h
(49) Oficina de Haicai – Lançamento do livro Arca de Haicais, de Lena Ponte, seguido de oficina com a autora para crianças e jovens de 7 a 13 anos.
Jardim da Colônia de Férias da Asperj

10h às 11h40
(50) Choro na Praça – Show do grupo BJ Trio relembrando os grandes mestres do chorinho
Praça Frouthé

10h às 12h
(51) Xadrez para todos – Oficina de iniciação ao jogo de xadrez, com apoio de livros ilustrados especiais para crianças e jovens
Praça Frouthé - Tenda da Biblioteca Juvenil do Dezessete

10h às 12h
(52) Barca das Letras – O palhaço Ribeirinho comanda brincadeiras, arrecada e distribui livros e revistas
Praça Frouthé

10h às 12h
(53) Martinho Santafé: Quadros – Exposição de telas do artista Martinho Santafé
Casa da Cultura

10h às 13h
(54) Quintana é inspiração – Exposição de trabalhos dos alunos do CIEP 273 a partir da releitura de textos de Mario Quintana
Rua Mattos Pitombo

10h às 15h
(55) Exposição de cartazes – Produção da Escola Mendo Sampaio
Praça das Escolas na Praça Frouthé

10h às 16h
(56) Concretizando a Arte Literária – Homenagem à escritora Selma Nardacci, com apresentação de jogral e exposição de textos com formas, cores e texturas
Varandão da Escola Barão de Madalena

10h às 16h
(57) Projeto Livro Livre – Distribuição gratuita de livros novos e usados e brincadeiras com a atriz Nica Bomfim
Praça Frouthé - Tenda da Biblioteca Juvenil do Dezessete

10h às 16h
(58) Uma viagem – Exposição de cartazes em álbum seriado sobre Mario Quintana, produzido pelos alunos da Escola de Santo Antonio do Imbé
Praça das Escolas na Praça Frouthé

10h às 16h
(59) Inglês na Praça – Aulas e atividades divertidas em inglês com o Curso Wizard
Praça Frouthé

10h às 17h
(60) Dercy: Cinco anos de saudade – A trajetória artística e profissional de Dercy Gonçalves em fotos, vestuário, objetos e exibição de vídeos
Clube Montanhês
10h às 17h
(61) Papel Nobre Exposição de quadros e esculturas do artista Daniel Ignacio e alunos da Creche E.M. Piteira, de Conceição de Macabu
Clube Montanhês

11h às 13h
(62) Lançamento de livro e oficina – Lançamento do livro infantojuvenil A História de um Cambucazinho”, de Fabiana Figueira Corrêa, seguido de oficina com a autora Jardim da Colônia de Férias da Asperj

11h às 13h
(63) Contação no Parque – Contação de histórias com Rosana Almeida.
Sede do Parque Estadual do Desengano (haverá transporte gratuito em van saindo da Praça Frouthé)

11h às 16h
(64) Isac Melo: Quadros – Exposição e venda de telas do artista Isac Melo
Restaurante Manah

11h às 17h
(65) Arte Musiva – Exposição de painéis em mosaico do artista Ronaldo Branco
Restaurante Massa di Casa

12h às 14h
(66) Circo Cia. Viva – Show e oficina de malabares para o público
Praça Coronel Braz

13h às 16h
(67) Contação de histórias – Diversas atividades produzidas pela Escola Geraldo Lima Garcia
Sede da Euterpe Madalenense

14h às 15h40
(68) Teatro – Apresentação da peça O Carmense, com grupo de teatro de Carmo/RJ
Palco da Praça Frouthé

16h às 17h
(69) Banda de Tambores – Apresentação da Banda do Ciep João Nicolau Filho, de Cantagalo/RJ
Quadra de Esportes da Praça Frouthé

18h às 19h
(70) Encerramento – Descerramento da placa comemorativa da FLIM 2013 e recital da pianista Priscila Figueiredo Machado
Casa da Cultura

 E mais...

Dramatizações-relâmpago, em diversos horários, por alunos do Ciep

                            Tenda dos Autores

                                             Feira de artesanato