sexta-feira, 3 de agosto de 2012

Um poema para a FLIM

Eurídice Hespanhol, que vai se apresentar na FLIM 2012 com um grupo de poetas que virão do Rio (depois contaremos mais sobre eles), acaba de escrever um poema que dedicou à FLIM:


A poesia

A poesia é rio perene a inundar o mundo,
desatando amarras,
apagando atavismos medíocres
para dar lugar aos olhos da alma.
É o festejo do encontro
de todas  as essências iluminadas...
É o atalho que nos levará
ao paraíso de nós mesmos...

Nenhum comentário:

Postar um comentário