quarta-feira, 6 de agosto de 2014

Gullar nas escolas


As 19 escolas de Santa Maria Madalena estão trabalhando a obra de Ferreira Gullar em sala de aula, para apresentar na FLIM. Tem criança na creche ensaiando uma dramatização de "O trenzinho caipira", parte da Bachiana # 2 de Villa-Lobos, para a qual Gullar criou letra. Em outras escolas, a molecada está mergulhando nos poemas e colagens de Gullar dedicados aos animais. É o caso das escolas Yolanda Marques Barreto, de Vila Sampaio; Inah Jacy, de Dr. Loretti; Mendo Sampaio, de Triunfo; e Agulha dos Leais, de Santo Antonio do Imbé, todas na zona rural.
Banheira/Baleia do Mano
Colagem de Gullar
Já a Escola Barão de Santa Maria Madalena, a única do ensino médio na cidade, vai explorar o lado artista e crítico de arte de Gullar. Está estudando a obra do nosso homenageado para estabelecer um diálogo com o trabalho do nosso artista local Willian Reigoto, o Mano. Uma coisa com certeza Gullar e Mano têm em comum: a multiplicidade de interesses e a sensibilidade!
O Ciep vai mostrar, entre muitas outras coisas, o boi bumbá da terra natal do homenageado da FLIM. O Maranhão também inspira coreografias que os alunos da Escola Geraldo Lima Garcia vão apresentar.

Nenhum comentário:

Postar um comentário