domingo, 10 de agosto de 2014

Só um tira-gosto


Esta edição da FLIM vai ter alguns lançamentos de livros de ficção escritos por jornalistas. São obras que combinam a clareza e a precisão do texto jornalístico com a imaginação e os achados lingüísticos do texto literário. Marcus Veras vai trazer o seu “Qualquer maneira de amar”, romance que mistura personagens fictícios com personagens reais, como a atriz Ítala Nandi e o militante político Tomaz Antonio Rezende. Marcus é o tipo de escritor que saboreia cada palavra e nos faz saborear junto com ele.
Já Heliete Vaitsman nos traz “O Cisne e o Aviador”, misto de ficção e reportagem sobre a história real de Herberts Cukurs, arrojado piloto europeu que se instalou no Rio após a Segunda Guerra Mundial, inventou os pedalinhos da Lagoa Rodrigo de Freitas e prosperou até ser denunciado como um carrasco nazista, responsável pela morte de milhares de judeus da Letônia. Narrada do ponto de vista de uma mulher judia que perdeu a família em campos de concentração, a história é perpassada por uma ironia ao mesmo tempo cortante e delicada.


 Guina Ramos, fotojornalista que se tornou craque nas crônicas e nos contos, vem com “2112... é o fim!” – uma série de contos que têm em comum uma visão de como serão várias cidades e regiões do Brasil daqui a 100 anos. Ao descortinar o futuro que nos aguarda, Guina nos diverte com seus toques de humor. Mas também nos surpreende, e assusta, com suas previsões sobre coisas que estão bem debaixo dos nossos narizes e às quais não estamos prestando atenção.

“Belo como um abismo”, de Elias Fajardo, é descrito pelo autor como uma farsa picaresca-astral, que ele define assim: “uma farsa sobre temas muito sérios do mundo real e esotérico. Num bairro da Zona Norte carioca, uma gata vira-lata encarna a escritora inglesa Emily Brontë e a americana Emily Dickinson, romancistas do século 19. A gatinha mia desesperada: não agüenta mais personagens históricos! Seu dono, um bancário-poeta, misteriosamente se materializa na cozinha da escritora americana. Começa então uma relação do outro mundo. O resto da história, só mesmo lendo o livro...
Pensa que acabou? Não! Ainda vai ter a Celina Côrtes na Tenda dos Autores. Sem contar os escritores não jornalistas, dos quais vamos falar em outras postagens. Atração é o que não falta na FLIM!
             Programação completa aqui.

Nenhum comentário:

Postar um comentário