domingo, 23 de agosto de 2015

Sensibilidade e humor em fotos e livro de Romildo Guerrante

Romildo Guerrante nasceu em Cambuci, foi criado em São Fidélis, fez brilhante carreira como jornalista no Rio e jamais abandonou suas raízes. Equipado com uma câmera e bloco de notas, vai registrando o que vê em constantes andanças pelo interior fluminense. Foi assim que nasceu a exposição de fotos que ele está trazendo para a FLIM. A vida deixada pra trás mostra casas abandonadas no meio do nada no norte e noroeste do Estado do Rio. Juntas, formam um retrato sensível, belo e melancólico das diferentes crises econômicas que levaram ao esvaziamento de nossas áreas rurais. 
Uma das fotos da exposição de Romildo Guerrante
Para completar, Romildo faz na FLIM o lançamento de seu livro Passageiro da Memória: Andanças e Enxergamentos (ed. Multifoco). O romancista Elias Fajardo diz na orelha do livro que Romildo é um  "contador de causos contemporâneo”. De fato, Passageiro da Memória  é um misto de recordações da infância no interior e histórias vividas como jornalista no cotidiano de uma grande cidade, narradas com a verve e o humor dos bons contadores de causos. A capa é de outro craque, o ilustrador e chargista Aliedo. O lançamento será no sábado 29/08, no mesmo local da exposição, o lindo salão do Studio Corpo e Forma. 

Veja aqui a programação completa da FLIM 2015